Em uma das falas racistas, Adriana Maria disse que a família não poderia estar no mesmo ambiente que ela

Por Patrícia Rosa

Imagem: Reprodução

Uma mulher branca, de 54 anos, foi presa após insultar uma família com falas racistas, no metrô de Belo Horizonte(MG), na tarde do último domingo (5). O crime foi registrado e em vídeo que circula nas redes sociais, Adriana Maria Lima de Brito aparece afirmando ser racista.

Um boletim de ocorrência foi registrado pelas vítimas, onde relataram que Adriana iniciou os ataques assim que eles entraram no vagão do metrô. A família declarou que foram  ofendidos com termos como, “Negros fedidos, crioulos fedorentos e raça impura”. A agressora ainda teria afirmado que a família não poderia estar no mesmo ambiente que ela e que  não deveriam ter descido do metrô. 

Uma das vítimas foi Isabelle Cristine Rodrigues, que no dia voltava de uma feira Hippie com a mãe e o pai: “Ela disse que crioulo tem que morrer. Era um dia feliz. Estava todo mundo feliz, todo mundo rindo. Aí a gente se depara com uma pessoa dessa? É muito triste!” declarou a jovem para o portal G1.

Com a discussão no vagão, a mulher foi retirada do metrô por seguranças e a polícia foi acionada, Adriana Maria foi detida para prestar os devidos esclarecimentos. Apesar da gravação, em depoimento a suspeita  negou que ofendeu a família. De acordo com nota da Polícia Civil, a mulher foi autuada pelo  crime de injúria racial, com pena prevista de 1 a 3 anos e multa.