O evento cultural reúne artistas de países de língua portuguesa com foco na África e suas diásporas nesta edição

Texto: Divulgação

Acontece entre os dias 01 e 15 de setembro, de forma on-line, a segunda edição do Festival FIXE. O evento busca unir os países que falam a língua portuguesa através de uma programação cultural que inclui música, artes visuais, teatro, literatura, gastronomia, moda e cinema.

Neste ano, o evento contou com uma mostra especial física com encerramento no dia 31 de agosto e on-line, com início nesta quinta-feira (01) até o dia 15 de setembro. A programação de música e as entrevistas com escritores, acadêmicos, pensadores, artistas e profissionais da cultura, serão exibidas através do portal do projeto (www.fixe festival.com.br).

O FIXE surge como uma ponte entre territórios, linguagens e vozes. Um ponto de encontro para quem busca questionar uma hegemonia eurocentrada traçando novas rotas com intuito de diminuir as distâncias oceânicas entre nações com passados semelhantes e que herdaram o idioma do colonizador.

Dentre os países estão representantes do Brasil, Portugal, Angola, Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Guiné Equatorial, Guiné-Bissau e Timor-Leste. Todos os títulos selecionados para a Mostra Fixe de Cinema Lusófono estão disponíveis gratuitamente para o público nas plataformas de streaming Belas Artes À la Carte, para longas e médias, e Cardume para curtas.Saiba mais no site Fixe Festival.