Evento de empoderamento e estética negra, como foco em potencializar a cultura LGBTQIA+, acontece totalmente online

 Texto e Imagem: Divulgação

Economia criativa, cuidados e imunização contra doenças, moda urbana e planejamento financeiro, estão entre os temas dos debates e oficinas da edição deste ano do Festival Bixanagô – Empoderamento e Estética Negra. O evento acontece nos dias 21, 25, 26 e 27 de março, totalmente online.

O festival tem como objetivo estimular as potencialidades da cultura LGBTQIA+ com estética urbana e do universo periférico, ampliando o debate sobre questões acerca das identidades étnico raciais, de gênero e interseccionalidade. A curadoria dos debates foi realizada pelo diretor geral e idealizador do evento Marcelo Morais e pela artista Micaela Cyrino.

“Para a construção das oficinas tivemos o trabalho de observar quais eram as necessidades do cotidiano das BixaNagôs. Assim também foi feito com as rodas de conversa, onde tivemos o cuidado de pensar questões que interferem diretamente no cotidiano”, conta o idealizador do festival e curador das atividades.

“Para dar conta de uma programação tão diversa, estamos contando com diversos parceiros e parceiras com atuação profissional em diversas áreas e ativistas de movimentos sociais”, acrescenta Marcelo.

Os debates vão contar com a participação de convidados inspiradores e referência em suas áreas de atuação. Os temas das rodas de conversa são: “Bixa cadê meu dinheiro: Sustentabilidade econômica e economia criativa nas artes”,  com Guilherme Calixto; “Criminalização da cultura e das identidades periféricas”, com Jaqueline Santos, Juliana Bragança e Maitê Freita; “Das margens, ao centro do debate: Direitos, Políticas Públicas e Pop LGBTQIA+”, com Felipa Brunelli, Midiã Noelle e Thiago Amparo; “Pega ou não pega: ISTs, transmissão e prevenção”, com Beto de Jesus; e “Prevenção combinada – novas tecnologias para o controle da AIDS”, com Dr. Alvaro Costa, Lorangeles Thomas e Emer Conatus e Raul Nunnes do projeto Preto Positivo.

Já os temas das oficinas são “Planejamento Financeiro”, com Gabriela Chaves da plataforma NOFRONT; “Meu Corpo Meu Templo: cuidados e imunização pela boca”, com Isis Appes da Menina Brasileira ecogastronomia; “Produção Musical e Processo criativo”, mentoria com Badsista; e  “Um close é um close: moda urbana e identidade BixaNagô”, com curadoria de Vicenta Perrota e  estilista Dil Vaskes.

 

SERVIÇO:

 O Quê? Festival Bixanagô – Empoderamento e Estética Negra

Quando: 21, 25, 26 e 27 de março com transmissão totalmente online.

Acompanhe a programação completa no Instagram do Festival Bixanagô.