Os cineastas interessados devem enviar seus filmes até o dia 18 de fevereiro, visando selecionar 40 obras entre curtas e longas 

Texto e imagem: Divulgação

A 5ª edição da Mostra Itinerante de Cinemas Negros Mahomed Bamba (MIMB) está com inscrições abertas até o dia 18 de fevereiro para a seleção de 40 obras, entre curtas e longas, com obras de cineastas negros e afro-indigenas. Quatro obras serão selecionadas ao término da competição por meio de votação popular, distribuídas nas categorias de Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Roteiro e Melhor Ficção/Animação.

As produções devem ser transmitidas na língua portuguesa ou conter legendas. O tempo de duração máximo é de 25 minutos para curtas-metragens e 90 minutos para longas. Para mais informações sobre inscrição e regulamento da mostra competitiva, acesse o link.

Com o tema “Cinemas em Movimento: Memória nas Telas”, este ano a mostra acontecerá em bairros populares de Salvador (BA) nos dias 08 a 27 de abril e na cidade de São Paulo (SP) nos dias 4 e 5 de maio, combinando exibições online e presenciais. A programação contará com mais de 60 obras de cineastas de diferentes países, abordando a diáspora africana.

.A lista com os filmes selecionados será divulgada a partir do dia 20 de março, no site do www.mimb.com.br e no instagram , @oficialmimb

Sobre a MIMB

A Mostra Itinerante de Cinemas Negros – Mahomed Bamba (MIMB) é um festival internacional que visa ampliar os espaços de acesso a obras cinematográficas de iniciativa de pessoas negras. A iniciativa reconhece o cinema como uma ferramenta importante para a construção de imaginários e promove ações formativas e educacionais para jovens e crianças, além de conferências e atividades de formação para profissionais da área.

O Festival já exibiu mais de 200 filmes para cerca de 30.000 pessoas, ao longo das últimas sete edições. O projeto é coordenado por mulheres negras e atuantes de áreas da cadeia produtiva cinematográfica, sendo elas Daiane Rosário, Kinda Rodrigues, Julia Morais e Tais Amordivino. A ação é realizada via Lei Federal de Incentivo à Cultura – Rouanet, com patrocínio da Dow Brasil e realização do Ministério da Cultura e Rosários Produções Artísticas.