O monólogo tem entrada gratuita e é protagonizado e escrito pela Ana Carbatti

Texto e Imagem: Divulgação

O espetáculo “Ninguém sabe meu nome” está em cartaz nos palcos de Salvador (BA)  com  apresentação gratuita nos dias 28, 29 e 30 de julho. Com o texto e encenação de Ana Carbatti, o espetáculo leva ao público a reflexão sobre os códigos racistas tácitos da sociedade, seus impactos e possíveis propostas de reparos. Além disso, traz a abordagem de como a sociedade precisa compreender sua responsabilidade nas ações para reparar sua dívida histórica com a população preta.

A atriz faz Iara, uma mãe e mulher preta e seus percursos e questionamentos ao educar seu filho para enfrentar uma sociedade racista. “Iara só quer ter a certeza de que seu filho vai chegar à idade adulta e se tornar um cidadão comum e respeitado. A sua angústia sintetiza a de milhões de mães no Brasil e no mundo”, diz Ana Carbatti.

O espetáculo de direção de Inez Viana e Isabel Cavalca já foi indicado para prêmios como o Shell e APTR. Os ingressos estão disponíveis na página do  sympla e estão sujeitos a lotação. A peça está em cartaz no Teatro ICBA, no Goethe-Institut, no Corredor da Vitória,  em Salvador (BA).