Programação gratuita acontece dias 10 e 11 de abril e conta com shows de Márcia Short, Veronas,Iane Gonzaga, Panteras Negras, Amanda Rosa e Viviane Pitaya

Texto e Imagem: Divulgação

Promover um espaço de troca, incentivo e fortalecimento entre mulheres negras e indígenas atuantes na cena musical baiana, esse é o objetivo do Festival Batida das Pretas, que realizará uma programação inteiramente gratuita e online dias 10 e 11 de abril, através do canal no Youtube: Batida das Pretas. A programação inicia sempre às 15h e conta com shows inéditos, poesia e pocket de humor, tudo conduzido pela comunicadora Ana Paula Rosário, que apresentará o festival.

Entre as convidadas estão as cantoras Márcia Short, Iane Gonzaga, Amanda Rosa, Viviane Pitaya e as bandas Panteras Negras e Veronas, proporcionando um intercâmbio entre artistas com carreiras reconhecidas nacionalmente e artistas em projeção, com trabalhos autorais consistentes. Também integram a programação a poeta indígena Itayná Tuxá, que levará suas raízes em forma de poesia; Cronista do Rolé que apresentará um pocket de humor e Rool Cerqueira que chega com sua poesia musical. A programação completa pode ser conferida no instagram @batidadaspretas

A abertura do festival acontece dia 10 de abril, às 15h com Márcia Short, uma das vozes mais importantes do axé music, referência em seus mais de 30 anos de carreira, carnavais e 3 discos lançados. A cantora apresenta o show Portal Black, com sucessos do repertório Afropop. Em seguida é a vez da banda Veronas trazer a sua mistura inusitada de MPB, rock e ijexá, passeando pela malemolência musical da Bahia. Diretamente das ruas e periferias de Salvador, a banda é formada pelas multi-instrumentistas Verona Reis, Makena Sou e Line Santana. Por fim, acontece o show da cantora e MC Amanda Rosa, vencedora do 18º Festival de Música da Educadora FM na categoria música com letra. A cantora da Chapada Diamantina traz o show “A Filha Revolta”, com músicas que marcaram sua carreira nos últimos 7 anos, em um repertório que envolve ancestralidade e coletividade.

O segundo dia (11 de abril) conta com a participação da cantora, compositora e musicista Iane Gonzaga, que também é uma das idealizadoras do festival. Iane traz para o palco o show de pré-lançamento do seu mais novo EP “Territóriamente”. Suas letras tematizam a mulher, o povo negro, suas relações e vivências.  No mesmo dia teremos a apresentação da primeira banda instrumental negra LGBTQI+ do mundo, Panteras Negras trazem um repertório composto por  afoxé, samba-reggae, música afro-cubana e poesia, através dos toques de Ziati Franco (baixo), Dêdê Fatuma (percussão), Line Santana (bateria) e Suyá (guitarra). O festival encerra sua programação com a apresentação da cantora, compositora e atriz Viviane Pitaya com seu show experimental de canções autorais que falam sobre desilusões, existencialismo e a forma que a artista observa o amor, com um toque de sarcasmo e teatralidade.

O Festival Batida das Pretas é idealizado pela produtora cultural Camila Brito, juntamente com a cantora e compositora Iane Gonzaga, e realizado pela Coliga Produções, produtora com foco na música de mulheres negras e indígenas. De acordo com Camila Brito, coordenadora geral do festival, “Batida das Pretas” é um projeto de aquilombamento na música. “As mulheres negras são fundamentais na história da música, isso é inegável, no entanto, ainda convivemos com uma profunda desigualdade neste mercado, em seus diversos elos da cadeia produtiva, e isso impacta diretamente no desenvolvimento dessas carreiras. Nosso intuito com este projeto é aquilombar e fortalecer as mulheres negras e afro-indígenas, assumindo a música como linguagem mobilizadora na reafirmação de legados e existências ancestrais.”, ressalta Camila.

O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultural do Ministério do Turismo, Governo Federal.

SERVIÇO

FESTIVAL BATIDA DAS PRETAS

10 de Abril: Márcia Short, Veronas e Amanda Rosa

11 de Abril: Iane Gonzaga, Panteras Negras e Viviane Pitaya

Apresentadora: Ana Paula Rosário

Horário: A partir das 15h

Online e Gratuito

Acompanhe em:

Youtube Batida das Pretas: http://bit.ly/batidadaspretas

Instagram: @batidadaspretas

Spotify: https://spoti.fi/3quYWW6