Por Patrícia Rosa

Imagem: Reprodução

Um frentista de Curitiba (PR) sofreu ofensas racistas e xenofóbicas de um cliente branco na madrugada do último sábado (14). O caso ocorreu dentro da loja de conveniência do estabelecimento. O agressor, identificado como Marcelo Francisco da Silva de acordo com o boletim de ocorrência, também proferiu ofensas ao caixa do estabelecimento. 

Toda a situação foi registrada em vídeo. Marcelo chamou o funcionário de “neguinho”, “nordestino dos infernos” e “macaco”.

“Sou empresário, tenho CNPJ, tenho empresa, e você vem me tirar, vem fazer cagada? Você ganha quatro mil nesta bosta aqui. Pago três vezes mais só pra te xingar de neguinho, otário, nordestino dos inferno. Macaco. Vem do Nordeste pra querer ser gente em Curitiba? Volta pro Nordeste, vai comer cactos lá”,  disse o agressor. Em outro momento o homem diz. “Você acha que dá bronca, neguinho? É neguinho macaco, veio do nordeste para querer ser gente, em Curitiba.”

De acordo com informações do G1, Marcelo Francisco teria se alterado durante a compra de um macarrão instantâneo, após uma das vítimas pedir para registrar a compra antes de deixar o homem fazer o macarrão, o que deixou o suspeito irritado.

As duas vítimas registraram o caso na Central de Flagrantes, no sábado (14). O advogado das vítimas, Igor José Ogar, declarou para o G1 que vai pedir a prisão de Marcelo além de pedir o indiciamento por injúria, injúria racial e xenofobia. 

O presidente da Comissão de Igualdade Racial na Assembleia Legislativa do Paraná, o deputado  Renato Freitas, se pronunciou sobre o caso nas suas redes sociais.“Enquanto presidente da Comissão de Igualdade Racial pedirei as filmagens e acompanharei todo o processo para garantir que esse racista seja responsabilizado.” 

Protesto contra o racismo 

Uma manifestação cobrando medidas antirracistas foi realizada na manhã desta segunda-feira (16) por frentistas e representantes do Sindicato dos Empregados em Postos De Serviços de Combustíveis (Sinpospetro),  em frente à Câmara de Vereadores de Curitiba.