Desde o lançamento do teaser da live-action, em setembro de 2022, a atriz vem sofrendo com ataques racistas

Por Daiane Oliveira

Imagem: Reprodução

A atriz Halle Bailey, intérprete de Ariel no novo filme da “Pequena Sereia”, foi alvo de racismo no programa mexicano “Venga la Alegría”, da TV Azteca, apresentado pelo argentino, Patrício Borghetti. A entrevista no programa tratava do lançamento mundial do filme, que acontece no próximo dia 25 de maio, quando o apresentador achou apropriado dizer que assistiu o filme com a família e não perceberam a cor de pele da atriz.

“Isso não é uma pergunta, é algo que quero compartilhar com você… eu prometo a você, nenhum de nós que estávamos naquela sala ontem [durante a projeção do filme] estávamos vendo a cor da sua pele, todos, incluindo minha esposa e meus filhos, estávamos perdidos em seus olhos, todos nós”, disse Patrício Borghetti deixando a atriz visivelmente desconcertada.

De acordo com o jornal mexicano “El Universal”, a atriz fez uma denúncia ao alto comando dos estúdios da Disney nos Estados Unidos solicitando que não fosse novamente exposta a pessoas que não estivessem suficientemente preparadas para a entrevista.

“Eles nos disseram que a atriz americana reclamou das entrevistas que deu no México, derivadas da que o apresentador da TV Azteca fez para ela, porque o que era para ser um elogio acabou sendo um comentário racista”, disse a fonte do El Universal.

Atriz negra sofre racismo desde o lançamento do teaser da live-action em setembro de 2022

O anúncio da atriz e cantora de 22 anos, Bailey, gerou de fãs comentários de todos os tipos, no entanto muitos com cunho racista. “Minha infância está arruinada”, disse uma internauta que questionava o fato da personagem fictícia, Ariel, ser negra no novo longa. Ariel é personagem-título do vigésimo oitavo filme de animação da Walt Disney Pictures, protagonista do título “A Pequena Sereia”.

Em fevereiro de 2023, durante entrevista à revista “The Face”, Halle Bailey comentou sobre os ataques racistas e que recebeu conselhos de Beyoncé. “Nunca leio meus comentários. Nunca leia os comentários”, disse a diva do Pop para a atriz.  “Sei que as pessoas ficam tipo: ‘não é sobre raça’. Mas agora que sou ela (Ariel)… As pessoas não entendem que no caso de pessoas negras existe toda uma comunidade. E é muito importante que sejamos vistos”, continuou Bailey.