Texto e Imagem: Divulgação

A Baobácine – Mostra de Filmes Africanos do Recife (PE), promove sua segunda edição nos dias 6, 7 e 8 de dezembro no Cineteatro do Parque, e nos dias 18, 20 e 21 deste mesmo mês no Sesc Caruaru (PE) e Museu do Barro. Com o tema “Entre territórios e travessias cinematográficas”, a II Baobácine contempla filmes clássicos e contemporâneos do cinema africano e traz obras experimentais produzidas em países da diáspora negra, como Haiti (Uma escavação de nós, de Shirley Bruno) e Cuba (Pattaki, de Everlane Moraes). 

A mostra dedica especial atenção ao cinema do Sudão, um país cuja produção de filmes é diretamente impactada pelos processos de ruptura política que marcam sua história recente. Serão exibidos quatro filmes sudaneses: Conversando sobre árvores (2019), de Suhaib Gasmelbari, Jamal (1981), de Imbrahim Shaddad, Tajouj (1977), de Gadalla Gubara e Impedimento em Cartum (2019), de Marwa Zein. 

As realizadoras africanas e afrodiaspóricas também possuem destaque na curadoria de Janaína Oliveira e Ludimilla Carvalho. Além das já citadas Everlane Moraes, Shirley Bruno e Marwa Zein, a mostra tem mais dois filmes dirigidos por mulheres: O livro de Jasmine (2017, Barbados), de Melanie Grant e Contrafeitiço (2019, EUA), de Madeleine Hunt-Erlich. 

A II Baobácine conta com duas atividades paralelas: o minicurso O cinema e o espelho, que será facilitado pela cineasta Everlane Moraes no Museu do Barro de Caruaru; e a roda de conversa Cinema e Educação, que acontecerá no Teatro do Parque e terá participação de cineastas negros/as e da periferia da Região Metropolitana do Recife e de Caruaru. Da mesma maneira que na primeira edição, expositores e expositoras da Feira Quilombar estarão vendendo seus produtos durante a programação da Baobácine no Recife. 

Produzida por mulheres negras de Pernambuco e Rio de Janeiro, a Baobácine tem como objetivo a descolonização do olhar e formação de plateias para o cinema africano. Sua realização é do Fazendo Milagres Cineclube em parceria com o FICINE – Fórum Itinerante de Cinema Negro. A mostra tem incentivo do Funcuntura e apoio da Cinémathèque Afrique da Embaixada da França no Brasil. 

Serviço 

II Baobácine – Mostra de Filmes Africanos em Recife 

6, 7 e 8 de dezembro no Cineteatro do Parque (Recife) 

18, 20 e 21 de dezembro no Sesc Caruaru e Museu do Barro (Caruaru) 

Ingressos: R$6 e R$3 (Recife); gratuiti (Caruaru) 

Mais informações 

Instagram: @baobacine