Da Redação

Imagem: Reprodução

O cantor e influenciador digital baiano Menor Nico, conhecido por seus bordões e autor de músicas como “Amor ou Litrão”, dividiu com seus mais de 5 milhões de seguidores que têm sido vítima de racismo nas redes sociais. Nesta segunda-feira (29), o adolescente de 15 anos mostrou algumas das mensagens com insultos raciais que já recebeu.

Na terça-feira (30), publicou ‘stories’ no seu Instragram acompanhado do advogado especialista no combate a crimes virtuais e cibernéticos, Leonardo Britto, e informando que o caso já estava sendo encaminhado. “Pra todos vocês que estão preocupados comigo, já estou muito melhor. Estou aqui com meu advogado, ele vai resolver todos os problemas”, disse.

O adolescente vive na zona rural de Antônio Cardoso (BA), cidade localizada a 150 quilômetros de Salvador. No post em que denunciou as mensagens racistas, muitas o chamando de “macaco”, o artista falou sobre o peso de ser agredido apenas por ser negro, sendo apenas um adolescente.

“Eu sempre gosto de compartilhar com vocês a minha alegria, a minha diversão, mas é muito ruim ler esses comentários, meu povo. Eu nem queria postar isso com vocês, porque aqui vocês vão me ver sorrindo! Eu só tenho 15 anos e às vezes é pesado ler esses comentários. A todos vocês que estão comigo, vocês me motivam a cada dia mais”, escreveu na publicação, recebendo apoio de vários fãs e artistas depois de compartilhar.