Proposta da oficina é estimular os participantes a criarem suas próprias histórias, com base na cultura pernambucana, utilizando técnicas da fotografia, cinema, artesanato, literatura, música, entre outros gêneros e linguagens

Texto: Divulgação

Imagem: Anaira Meneses

A produtora audiovisual Dulapis, com sede em Carpina, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, está com inscrições abertas para a primeira oficina de cinema de animação “Dulapis Lab”. A iniciativa, realizada, gratuitamente, tem como público-alvo estudantes de escolas públicas da região, com idades acima dos 16 anos. O projeto conta com incentivo da Fundarpe, Secretaria de Cultura e  Governo do estado de Pernambuco, por meio dos recursos do Funcultura. Ao todo, estão sendo disponibilizadas 40 vagas. O período das inscrições seguem até esta quarta-feira (26), nolink: https://abre.ai/oficinadeaninamacaocarpina, ou na página do Instagram: @dualips_ .

A oficina, que tem carga horária total de 68 horas-aulas, será dividida em duas turmas. A primeira delas com encontro semanal, de segunda a sexta-feira, no horário das 13h às 18h. Já na segunda turma, as aulas serão ministradas aos sábados e domingos, das 8h às 12h e das 14h às 18h. Cada turma terá capacidade para 20 vagas. Os encontros serão realizados em sala comercial no Uno Hotel, localizado na Av. Agamenon Magalhães, 1046, bairro São José, Carpina. Pessoas com deficiência contarão com acessibilidade para acesso ao local. Todos os inscritos vão receber material didático, camisa e certificado. Aulas acontecem 07 a 19 de novembro. 

A proposta da oficina é estimular os estudantes a criarem suas próprias histórias, com base na cultura pernambucana, utilizando técnicas da fotografia, cinema,  artesanato, literatura, música, entre outros. O produtor cultural e especialista em arte Visuais, formado pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Jefferson Batista, é o coordenador do projeto e um dos oficineiros.  Em 2019,  ele venceu  o Festival de Cinema de Pernambuco (Cine_PE), com o curta-metragem: “Quando a Chuva Vem”. 

Quem também vai ministrar oficina é o artista visual e realizador audiovisual, Paulo Leonardo, profissional experiente, que há mais de dez anos atua em  pós-produção, montagem e animação de oficinas de stop motion em todo o Brasil. Outro profissional que vai reforçar o time, é Enzo Giaquinto, marionetista e animador stop motion, formado pelo grupo Giramundo Teatro de Bonecos.