O companheiro da vítima, suspeito do crime, teria dado outra versão para os ferimentos e a polícia não foi acionada mesmo diante dos graves ferimentos da jovem

Por Daiane Oliveira

A jovem Vitória Bisão dos Santos Ferreira, 20 anos, foi vítima de feminicídio na cidade de Guanambi, cidade do sudoeste baiano. Vitória Bisão ficou internada por 10 dias no hospital da cidade, mas não resistiu aos graves ferimentos. A vítima foi espancada e arrastada por uma motocicleta pilotada pelo companheiro.

De acordo com a polícia civil, Vitória deu entrada em um hospital da cidade no dia 22 de julho, com ferimentos pelo corpo, socorrida por familiares do suspeito, que informaram que ela havia sofrido um acidente de trânsito. Familiares de Vitória Bisão, que residem em São Paulo, foram ao interior da Bahia e após apurarem por conta própria, conseguiram informações de que as lesões em Vitória foram causadas pelo companheiro que ainda usou uma motocicleta para arrastá-la.

Os familiares de Vitória Bisão registraram nO Núcleo Especializado de Atendimento à Mulher (Neam) /Guanambi uma ocorrência denunciando as agressões, assim o crime que não estava em investigação passou a ser investigado como feminicídio. A jovem não resistiu aos ferimentos e teve a morte declarada pela equipe médica, na última terça-feira (01), 10 dias após dar entrada no hospital.

Em entrevista ao portal Vilson Nunes, os familiares da jovem apontam Maykon Douglas Assunção Rodrigues, de 25 anos, como o autor do crime. Maykon conheceu Vitória em São Paulo, onde ela residia com os parentes e tinham um filho de 8 anos. O Núcleo já solicitou a prisão preventiva do principal acusado, mas não houve prisão até o momento.

Na Bahia é possível registrar denúncia de violência doméstica e famliar contra mulheres através do site Disque Denúncia. A central 190 funciona 24 horas e outro meio de denunciar os crimes de violência de gênero é ligar para o 180, a Central de Atendimento à Mulher, do governo federal.