O plano está concorrendo com o Ministério da Saúde e com o Detran do Distrito Federal; Votação acontece até o dia 31 de outubro no site da premiação

Imagem: Divulgação / Lançamento do Plano

Texto: Divulgação

A Prefeitura de Cachoeira, através da Secretaria de Educação, está concorrendo ao Prêmio Espírito Público, de abrangência nacional, com a iniciativa do Plano Municipal de Educação Antirracista. O plano está concorrendo com o Ministério da Saúde e com o Detran do Distrito Federal, e a votação segue aberta até o dia 31 de outubro.

O Plano Municipal de Educação Antirracista foi inspirado na Lei nº 10.639/03, que alterou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação, que inclui no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da presença da temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Africana”.

Entre os tópicos apresentados no Plano que será aplicado de forma transversal no currículo da Rede Municipal de Ensino estão: Palavras Introdutórias; Análise Situacional do Município; Percursos da Legislação Étnico-Racial; Dimensões e Pilares do PMEAC; Tessituras da Construção de um Plano Revolucionário; Diretrizes, Metas e Estratégias do PMEAC.

O secretário de Educação, Roberto Franco, afirmou que Cachoeira é o primeiro município do Brasil a lançar o Plano Municipal de Educação Antirracista. E que esse ano foram realizadas formações de professores e projetos para a educação antirracista. “Nosso objetivo principal é promover a equidade racial, através da educação formal no município de Cachoeira.”

A construção do Plano Municipal de Educação Antirracista foi debatida em uma audiência pública na Câmara Municipal de Cachoeira em novembro de 2021. E no dia 30 de setembro deste ano, ele foi lançado no Espaço da Estação Ferroviária. O Prêmio Espírito Público é um projeto da Parceria Vamos – formada pela Fundação Lemann, Instituto Humanize e República.org. Para votar, basta clicar aqui.