Baleado no abdômen, a criança passou por cirurgia no Hospital Geral do Estado (HGE) onde permanece internado

Por Daiane Oliveira

Imagem: Divulgação

Uma criança de apenas 2 anos foi baleada no abdômen durante operação policial na comunidade conhecida como Guigó, na Fazenda Grande do Retiro, em Salvador (BA). Moradores do local acusam os agentes da Polícia Militar de chegarem atirando na rua onde a criança estava com a mãe e uma vizinha da família.

O menino foi baleado no domingo (26) quando policiais da 9ª Companhia de Polícia Militar (CIPM) chegaram no bairro atirando, de acordo com moradores. A criança estava no colo da vizinha ao lado da mãe quando foi baleada no abdômen. Após perceber que a criança estava baleada, as mulheres confrontaram os agentes da Polícia Militar que deram socorro. Levada até o Hospital Geral do Estado (HGE), onde passou por cirurgia, o menino segue consciente, já saiu da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e responde bem ao tratamento, segundo familiares.

Em nota, a Polícia Militar diverge da denúncia das testemunhas e afirma que “no local, os militares encontraram um grupo de suspeitos que, ao perceberem a presença da polícia, atiraram contra a guarnição, que revidou” e que “após o confronto, foi encontrada uma mulher com uma criança de colo que havia sido atingida por uma bala perdida”.

A Polícia Civil respondeu em nota que a 4ª Delegacia Territorial de São Caetano apura as circunstâncias do disparo de arma de fogo que atingiu a criança, de 2 anos, na Fazenda Grande do Retiro. “Ela foi alvejada durante uma ação da PM na localidade. A criança foi encaminhada para o HGE e a unidade expediu as guias de perícia no local”, completa a nota.

Familiares da criança e moradores, que não quiseram se identificar, denunciam que outras operações policiais aconteceram antes e depois da criança ser atingida, todas de forma violenta com a polícia atirando para o alto ou em direção aos moradores. A Revista Afirmativa tentou contato com a Corregedoria de Polícia Militar, mas até o fechamento desta matéria não obteve retorno.

Confira na íntegra a nota da Polícia Militar:

Na noite de domingo (26), policiais da 9ª CIPM receberam a informação de que havia homens armados traficando drogas na localidade conhecida como Guigó, na Fazenda Grande do Retiro. No local, os militares encontraram um grupo de suspeitos que, ao perceberem a presença da polícia, atiraram contra a guarnição, que revidou.

Após o confronto, foi encontrada uma mulher com uma criança de colo que havia sido atingida por uma bala perdida. O menino foi socorrido pelos PMs para uma unidade de saúde, onde passou por cirurgia e segue internado fora de risco. Os suspeitos fugiram, deixando para trás uma quantidade de maconha. Os PMs realizaram buscas, mas, até o momento, os suspeitos não foram encontrados.