Por Patrícia Rosa

O policial militar, Luiz Pereira da Silva Neto, de 27 anos, agrediu uma jovem de 18 anos com um soco no rosto dentro de uma academia em Goiânia (GO). A agressão aconteceu na tarde desta terça-feira (28), e toda a ação foi registrada pelas câmeras de segurança do estabelecimento. A motivação da agressão teria sido o uso de um aparelho de ginástica.

No vídeo é possível ver a jovem conversando com dois rapazes, em seguida o agressor se aproxima e os dois começam uma discussão. Ela o empurra e em seguida o PM ataca a mulher. Os jovens que estavam com a vítima tentam segurar o agressor e também são agredidos.

[ALERTA DE GATILHO]

A aluna descansava entre uma série e outra quando a esposa do PM a questionou se estaria treinando. “Ela voltou para perto do homem e começou a falar: ‘Ela não tá treinando, tá mexendo no celular”.  A jovem não que quis ter o nome revelado, ela detalhou a situação ao portal G1: “Depois disso o homem começou a me encarar, ele começou a gritar comigo me mandando criar vergonha e eu disse para ele criar vergonha. Ele encostou em mim e me empurrou. Eu ‘empurrei ele’ de volta e nisso ele me deu um soco”, a vítima ainda se justificou, “empurrei porque ele a empurrou. Estou muito mal”, finalizou a jovem.

A polícia militar se pronunciou por nota, declarando que o agente  estava em horário de folga e que após tomar conhecimento das agressões determinou a apuração da situação através de um procedimento administrativo.

A Academia Bluefit publicou uma nota nas redes sociais declarando que não compactua com nenhuma atitude de violência e que o agressor teve o contrato rescindido e não faz mais parte do quadro de alunos.