Serão selecionados oito projetos de profissionais negros para receberem tutoria e assessoramento de consultoras do Brasil e do exterior; Edição deste ano será realizada presencialmente em Salvador (BA)

Texto e Imagem: Divulgação

O Diáspora Conecta abriu nesta segunda-feira (19) as inscrições para o Dia.Lab 2022, programa internacional imersivo focado na profissionalização de produtores e roteiristas negros por meio do desenvolvimento de projetos cinematográficos de ficção e documentário. Em sua 4ª edição, nesse ano o programa será realizado presencialmente entre os dia 07 e 13 de dezembro em Salvador (BA).

A iniciativa é voltada a pessoas apaixonadas pelo cinema, dedicadas ao ofício da escrita e da produção cinematográfica e interessadas em trocar ideias em torno dos processos de criação. Podem se inscrever pessoas negras, maiores de 18 anos, oriundas de qualquer país da Ibero-América e de países africanos de língua oficial portuguesa, com projetos de longa-metragem de ficção ou de documentário em fase de desenvolvimento.

A 4ª edição do programa também traz novidades como a criação de um novo espaço, o Dia.Lab Audience, e a ampliação do público. “Uma chamada internacional abre janelas de oportunidade, responde a uma demanda dos últimos anos e oficializa a integração que já propomos desde o início das nossas atividades em 2018”, declara Emerson Dindo, diretor executivo do Diáspora Conecta. 

Serão selecionados até oito projetos para receberem tutoria e assessoramento por meio de workshops, palestras, estudos de caso, exibição de filmes e consultorias direcionadas ao aprimoramento das narrativas audiovisuais, ao desenvolvimento profissional e à capacitação criativa e mercadológica dos participantes.

Os interessados podem se inscrever até o dia 10 de outubro clicando aqui, onde também estão disponíveis o regulamento completo e todos os detalhes de participação. Os projetos selecionados serão divulgados na primeira semana de novembro. 

“Estamos muito animados com a possibilidade de conhecer novas pessoas e mergulhar em histórias que falem do seu território e reescrevam em voz alta cada linha do seu tempo”, completa Dindo.

Os selecionados concorrem ainda ao Prêmio Diáspora, um estímulo ao desenvolvimento narrativo para um dos projetos participantes do Diáspora Lab 2022 no valor de R$10 mil, além de premiações concedidas pelos parceiros do Diáspora Conecta:

  • Prêmio Miradasdoc: seleção de um dos projetos de documentário para participar da próxima edição do Fórum de Coprodução África – América Latina AFROLATAM LAB, em 2023, com todas as despesas pagas;
  • Prêmio Paradiso: seleção de um dos projetos de ficção com inclusão do respectivo na Rede Paradiso de Talentos, além de apoio para o desenvolvimento do projeto no valor de R$3 mil.

Dia.Lab

Os principais objetivos do programa são: formar profissionais negros; conectar produtores e roteiristas com o mercado audiovisual; desenvolver carreiras e projetos; criar espaços criativos; e refletir sobre como narrar histórias. Desde sua criação, o programa já recebeu 355 inscrições de roteiristas e produtores das cinco regiões do Brasil e selecionou 40 participantes de 13 estados brasileiros e de outros três países. 

Diáspora Conecta

O Diáspora Conecta é uma plataforma internacional dedicada ao desenvolvimento de carreiras para profissionais negros do audiovisual que nos últimos 5 anos recebeu mais de 1000 alunos em suas atividades e impactou cerca de 4 mil pessoas das cinco regiões do Brasil e de outros 11 países.