Roteiristas e produtores negros poderão se inscrever até 20 de outubro

Texto e Imagem: Divulgação

A 3ª edição do Diáspora Lab, laboratório de desenvolvimento de projetos cinematográficos voltado às áreas de roteiro e produção, vai premiar o melhor projeto de 2021 com um prêmio de R$ 10 mil (Prêmio Diáspora).

Além disso, quem levar a melhor no pitch para players do mercado ganhará uma viagem com tudo pago para participar do AFROLATAM LAB (Fórum de Coprodução África – América Latina), do Festival Miradasdoc, na Espanha. Nesta edição, os participantes poderão se inscrever até o dia 20 de outubro.

Para participar, é preciso ter mais de 18 anos, ser negra ou negro, brasileiro, e ter projetos de longa-metragem de ficção ou de documentário em fase de desenvolvimento. Todas as atividades acontecerão via plataforma digital. O laboratório vai ocorrer entre 06 e 18 de dezembro de 2021.

O formulário de inscrição pode ser preenchido de forma online através do site www.diasporaconecta.com.br/lab.

LABS & PITCH Em 2021, o Diáspora Lab contará com um time de consultoras internacionais formado por Paula Gomes (BRA), Tanya Valette (DOM), Xenia Rivery (CUB) e Lara Sousa (MOZ) que prestará consultoria para os projetos. Com curadoria do importante Nordeste Lab, o laboratório realizará pela primeira vez um pitch com players do mercado brasileiro e internacional. Os(As) produtores(as) e roteiristas participarão de um workshop preparatório para o pitch com profissionais especializados.

O Diáspora Lab é um programa de tutoria e assessoramento de projetos para roteiristas e produtores(as) negros(as) brasileiros(as) desenvolvido pela Diáspora Conecta. O laboratório conta com atividades direcionadas ao aprimoramento de narrativas audiovisuais em fase de desenvolvimento e à capacitação das habilidades criativas de roteiristas e produtores negros(as). Serão selecionados até 08 projetos de documentário e ficção.