Texto: Divulgação
Imagem:
Jef Delgado

O festival mundial AFROPUNK “aterrissa” na Bahia, e estreará oficialmente para o dia 27 de novembro (sábado). O evento será transmitido virtualmente direto do Centro de Convenções de Salvador, pelo canal de YouTube do AFROPUNK e pelo site

Enquanto se prepara para um evento 100% presencial em 2022, a edição de estreia prepara uma experiência totalmente online. Entre shows de performances ao vivo e outros conteúdos previamente gravados, o AFROPUNK Bahia foca em artistas pretos e afroindígenas. A direção criativa é assinada por Bruno Zambelli e Gil Alves, enquanto a curadoria musical fica por conta da cantora Larissa Luz e a de conteúdo pela pesquisadora Monique Lemos. Já Ênio Nogueira fica à frente da direção musical. 

“Nossa missão é celebrar e impulsionar, hoje e sempre, a genialidade das expressões artísticas dos povos nascidos na diáspora africana e os nossos irmãos originários do lugar sagrado que hoje chamamos de Brasil”, diz a apresentação do evento.

O festival inaugurou um perfil oficial no Instagram e Twitter (@AfropunkBahia). Trata-se dos primeiros e únicos perfis de outro país relacionados ao AFROPUNK. A proposta deste canal é conceber uma vitrine em conjunto com o público, em uma linguagem acessível e bem brasileira

 A programação ainda não foi divulgada.