O edital tem como objetivo, contribuir na ampliação do potencial de empregabilidade de pessoas negras

Por Patrícia Rosa

Imagem: Divulgação

Estão abertas as inscrições para o edital “Carreiras em Movimento”, uma iniciativa do Fundo Baobá  e do Mover- Movimento pela Equidade Racial. A iniciativa tem como objetivo apoiar até  664 pessoas negras brasileiras,  naturalizadas ou apátridas, que estejam cursando o ensino superior ou que já tenham concluído, com o custeio de até R$ 10 mil. 

O aporte financeiro visa cobrir  despesas relacionadas a atividades formativas específicas, como cursos, congressos ou eventos virtuais ou presenciais, tanto no Brasil quanto no exterior. O intuito é contribuir com a ampliação do potencial de empregabilidade de pessoas negras. Outro benefício é a assessoria e suporte técnico para o desenvolvimento e fortalecimento individual.

A idade mínima para participação do edital é de 18 anos. A ação prioriza ainda pessoas com mais de 35 anos, LGBTQIAP+, populações quilombolas, ribeirinhas e outras comunidades tradicionais, cotistas ou ex-cotistas de universidades públicas, bolsistas ou ex-bolsistas do PROUNI, migrantes e refugiados africanos ou afrodescendentes residentes no Brasil, além de pessoas que nunca receberam auxílio do Fundo Baobá.

Propostas de pessoas atuantes nas áreas de  ciências de dados, comunicação, gestão de recursos humanos, gestão e administração, logística, marketing, tecnologia e vendas, serão priorizadas. 

As inscrições ficam  abertas até 14 de setembro, através www.baoba.org.br. O tempo de conclusão é entre 4 a 8 meses, os candidatos terão mais 30 dias para apresentarem as prestações de contas. O resultado final será divulgado em 30 de novembro.

Os participantes terão a oportunidade de se cadastrarem na plataforma de talentos das 49 empresas associadas ao Mover, proporcionando uma rede de oportunidades de emprego. 

Luciene Rodrigues, gerente de Projetos Sociais do Mover, destacou a importância dessa iniciativa no fomento de acesso à oportunidades e no aprimoramento de conhecimento de pessoas negras: “ Temos que unir esforços para frear as desigualdades na empregabilidade, e esse edital traz o que, muitas vezes, falta na vida de pessoas negras que sonham em alavancar suas carreiras no Brasil, que é a oportunidade”, diz Luciene.