Com início nesta terça-feira (28), o encontro “Diálogos Audiovisuais: Cinema, Gênero e Sexualidade” é idealizado pela produtora Eparrêi Filmes

Texto e Imagem: Divulgação 

Entre os dias 28, 29 e 30 de junho, acontece em Manaus (AM), o encontro “Diálogos Audiovisuais: Cinema, Gênero e Sexualidade”, evento de audiovisual que promove discussões acerca de questões de gênero e sexualidade. O evento que, é aberto e gratuito, acontece no Impact Hub, e é idealizado pela produtora Eparrêi Filmes. Desde 2017, ano em que o evento teve oito encontros, o “Diálogos” fomenta debates, e neste ano, amplia a programação para oficinas.

Nesta edição, o encontro conta com um seminário em forma de painel sobre gênero, raça e sexualidade no audiovisual brasileiro, e ainda duas oficinas sobre roteiro e representação: 1. Criando Narrativas Diversas; 2. A representação LGTBQIAP+ e de gênero no audiovisual.

Elen Linth, coordenadora do evento, fala sobre a importância de discutir questões estruturais, que afetam parte da população, em um evento sobre cinema. “Nesse ano, a gente tá com a proposta de discutir masculinidades, subjetividades, pensar no contexto estrutural e histórico em que vivemos, e em como a produção de imagens e discursos no cinema, TV, mídias também produzem processos violentos.”

Elen Linth, coordenadora do “Diálogos Audiovisuais: Cinema, Gênero e Sexualidade”

Pelo quarto ano consecutivo, o Brasil é o país que mais mata LGBTs, segundo o Relatório do Observatório de Mortes e Violências contra LGTBQIAP+. Esse contexto, junto à violência racial e o alto índice de feminicídio no país, são motivadores para a temática do evento.

“O ‘Diálogos’ é um evento pra refletir sobre conceitos, imagem, discursos, questões que afetam as populações LGTBQIAP+, negra, as mulheres, os homens. O evento é aberto para toda a cidade de Manaus e todos são muito bem-vindos”, conclui a coordenadora.

O evento foi contemplado com Prêmio Amazonas Cultura em Rede, do Governo do Estado do Amazonas. A programação completa  pode ser encontrada no Instagram: @eparreifilmes.