A adolescente desapareceu há 3 semanas, após retornar para casa de um curso profissionalizante

Por Patrícia Rosa

Uma jovem indigena  da etnia Wapichana de 15 anos, foi encontrada morta amarrada em uma árvore, no município do Cantá, em Roraima. Janielly Grigório André estava desaparecida desde o dia 23 de abril, o corpo da adolescente foi encontrado no dia 10 de maio. 

Imagens de uma câmera de segurança do dia do desaparecimento, registraram o momento  em que a estudante aparece no terminal de ônibus no centro da cidade, a gravação foi divulgada na última segunda-feira(16) no Jornal de Roraima 1ª edição.  De acordo com a polícia  civil, no último contato que a garota fez com a família, ela  falou com a mãe após sair de um cursinho profissionalizante que frequentava, avisando que iria à estação de ônibus e que voltaria para casa. 

A  confirmação da identidade da vítima foi realizada no último sábado(14), após perícia odontolegal de arcos dentários. O corpo da jovem já estava em estado de decomposição. O caso está sob investigação  da Delegacia Geral de Homicídios.

De acordo com informações do Atlas da Violência 2021, o número de mortes violentas de indígenas no Brasil aumentou 21,6%,  entre os anos de 2009 e 2019.