A Polícia Civil confirmou o registro da denúncia e informou que foi iniciada uma investigação por meio de um Inquérito Policial para apurar o caso

Por Karla Souza

Imagem: Freepik

Um dos funcionários de uma creche municipal, situada no residencial Alto do Rosário, em Feira de Santana (BA), é acusado de estuprar uma menina de 5 anos na unidade de ensino. A Polícia Civil do município, por meio da Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Criança e ao Adolescente (DERCA), está apurando a acusação. A denúncia foi feita pela mãe da vítima no último dia 02, após a criança apresentar dores na região íntima durante a higienização e comportamentos atípicos em relação à creche.

A criança passou a demonstrar tristeza em casa e recusava-se a frequentar a creche, alegando cansaço, sono e desinteresse em ir para lá. A mãe da vítima, que optou por não se identificar, percebeu, enquanto banhava a criança, indícios de abuso sexual, uma vez que a menina queixou-se de dores na região pélvica. De acordo com o G1, em conversa com a mãe, a menina relatou que um funcionário a levou ao banheiro da creche e cometeu atos inapropriados com ela.

Após um exame realizado por uma enfermeira, a pedido da mãe da criança, foi confirmado o caso de abuso sexual. A criança também foi submetida a uma avaliação forense no Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana.

Após tomar conhecimento do caso, a Secretaria Municipal de Educação (Seduc) informou ter acionado as autoridades apropriadas e tomado as medidas legais necessárias. Além disso, a Seduc relatou que o funcionário, cujo cargo não foi divulgado, será afastado durante a investigação e enfrentará demissão se o crime for comprovado. O Conselho Tutelar está acompanhando a situação.

Devido ao segredo de Justiça estabelecido em casos envolvendo crimes contra a dignidade sexual de menores, informações detalhadas sobre o incidente não serão divulgadas, conforme declarado pela Polícia Civil.