A mãe da menina declarou que tomou conhecimento do caso através do aplicativo de mensagem. A escola só se manifestou depois que o caso viralizou

Por Patrícia Rosa

Um grupo de estudantes praticou bullying com uma garota autista de 11 anos em uma escola  estadual da cidade do Rio de Janeiro(RJ). A situação de violência aconteceu na última segunda-feira (27) no pátio do Colégio e foi gravada por uma das meninas que cometia o bullying. No vídeo é possível ver as jovens cercando e atormentando Vitória Fernandes dos Santos, de 11 anos, que permanece sentada e cercada pelas garotas.

Uma das meninas envolvidas na ação é incentivada a puxar o cabelo da vítima, que chora com a situação. A violência causou revolta entre os outros estudantes do Colégio, que realizaram um protesto na última sexta-feira(31), chamando atenção para a situação de bullying na instituição e pedindo justiça por Vitória. Uma das ações dos manifestantes foi criar uma página no instagram, @estamoscomvitoria, em apoio a família da vítima. 

A  tia de Vitória, Taís Moreira da Silva, se manifestou agradecendo aos apoiadores e pedindo ação da escola: “Eu espero que a diretora tome as medidas cabíveis no direito dela e que outros não venham acontecer mais”. A mãe da menina, Reisiane, se manifestou através de um vídeo. “A família nunca mais foi a mesma, minha filha nunca mais foi a mesma e a direção da escola abafou o caso, já sabiam e só foi à tona porque o vídeo foi publicado nas redes sociais”, desabafa Reisiane.

A Secretaria de Educação do Rio de Janeiro repudiou a situação de bullying e declarou por nota que os estudantes envolvidos foram ouvidos pela escola. “O Conselho Tutelar integra o grupo de apoio montado , e medidas protetivas já foram adotadas”, declarou a pasta.

“Não vamos admitir que tais atos continuem!O respeito é fundamental dentro das salas de aula. Vamos intensificar a cultura de paz em todos o estado”, declarou a secretária de educação do estado, Roberta Barreto.