A empresa lamentou o ocorrido e optou por afastar os funcionários envolvidos na situação

Por Patrícia Rosa

Imagem: Reprodução

Um funcionário da franquia Burger King de Aracaju (SE), denunciou nas redes sociais  na última quinta-feira (18), que urinou na roupa, durante o expediente,  por ser  proibido de usar o banheiro, sob ameaça de demissão por justa causa. José Vinicius Santos trabalha em um quiosque do shopping Jardins e relatou as exigências da empresa:

“O inevitável aconteceu, acabei de mijar, sim, mijar aqui no quiosque. Eu não posso sair daqui, porque se eu sair daqui do quisque eu levo advertência , a segunda vez eu levo suspensão e a terceira eu levo uma justa causa. Ontem mesmo eu já levei uma advertência por ter saído do quiosque, por ter  ido embora na minha hora. Isso é uma injustiça, isso não pode acontecer”, desabafou José Vinnicius. 

A Burger King se pronunciou por nota, lamentando o ocorrido e afirmando que não toleram qualquer tipo de falta de respeito,  a medida tomada pela empresa foi afastar os envolvidos na situação:

“Informamos que as pessoas envolvidas no caso foram afastadas enquanto apuramos todas as informações. Estamos prestando todo o apoio e acompanhando o colaborador. Temos na nossa cultura a prática do respeito com as pessoas em qualquer ambiente e não deixaremos de tomar todas as medidas cabíveis”, diz a empresa.