Marcha Mulheres na Luta acontece neste 08 de março em todo o país e em Salvador (BA)

A manifestação, em referência ao Dia Internacional da Mulher, sairá do Campo Grande até a Praça Castro Alves

Texto e Imagem: Divulgação

Coletivos, movimentos sociais, organizações da sociedade civil e entidades de classe, realizam em todo o país nesta sexta-feira, 08 de março, a Marcha Mulheres na Luta, em defesa dos nossos corpos, territórios e identidades!; Em Salvador, o evento que marca o Dia Internacional das Mulheres, tem concentração  marcada para às 13h no Campo Grande e seguirá em direção a Praça Castro Alves. 

A marcha tem como objetivo ampliar o debate e o apoio da sociedade à luta por garantia de direitos e vida plena para as mulheres. O enfrentamento ao crescimento alarmante dos dados de violência doméstica e sexual contra as mulheres é um dos eixos de reivindicação. Segundo dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, em 2022 foram 74.930 casos registrados destas violências. 

Na Bahia, pelo menos 13.751 casos de violência contra a mulher foram registrados de 1° de Janeiro a 15 de outubro de 2023, conforme dados divulgados pela Polícia Civil da Bahia (PC-BA). Denunciar a origem e apresentar propostas para o enfrentamento a estas violência é parte das reivindicações da Marcha, bem como também denunciar o crescimento invisibilizado dos casos de lesbocídio e transfeminicídio. 

Outras reivindicações são: a luta de mulheres no campo e na cidade, a defesa pelos territórios e identidades dos povos indígenas e da população negra; a ausência de demarcação das terras indígenas, de Camponeses e Quilombolas; a garantia da Lei pela igualdade de salários; o protocolo Não é Não; a Distribuição de Absorvente gratuitos nas farmácias populares e a implementação das Casas da Mulher Brasileira, – política criada ainda no governo Dilma. Em Salvador, a Casa da Mulher Brasileira foi inaugurada em dezembro de 2023, porém é necessário ainda ações para que mulheres conheçam e acessem esse serviço, e fiscalizem sua efetivação.

A luta contra o conservadorismo e  obscurantismo é outro ponto destacado pelas organizações, ressaltando que em diversos estados e municípios há retrocesso em direitos historicamente conquistados, como fechamento de hospitais com serviços de aborto legal – em caso de estupro, microcefalia ou risco de vida para as gestante.

Confira as organizações que fazem parte da construção da marcha

Agbelas

APROSBA

Associação de Ação Social e Cultural MET BRONCA – AMB

Associação de mulheres Evangélicas pela Igualdade de Gênero- EIG

Associação Htlvida

Associação Metropolitana dos Estudantes de Salvador – AMES

Associação Papo de Mulher 

AtipiCidades

Casa de Acolhimento Marielle Franco Brasil

Central Única dos Trabalhadores – CUT-BA

Centro de Direitos Humanos Franco Pelegrini – Sussuarana

Centro Palmares de Estudos e Assessoria por Direitos

Coletivo de Ação Lula Livre

Coletivo de Resistência Urbana

Coletivo Libertas

Coletivo Mahin

Coletivo MUPPS – Mulheres, Políticas Públicas e Sociedade

Coletivo Stella Maris

Coletivo VAI TER GORDA

Conselho Regional de Psicologia – CRP-BA

Conselho Regional de Serviço Social – CRESS-BA

Coordenação Nacional de Entidades Negras – CONEN

CTB – Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil

ELO Ligação e Organização

Força Sindical -Na

Fórum Nacional de Mulheres Negras

FPDPI-BA  – Fórum Permanente em Defesa da Pessoa Idosa

Frente baiana pela Descriminalização das Mulheres e Legalização do Aborto

Guerreiras Sem Teto/MSTB

Juventude Fogo no Pavio

Manifesta ColetivA

Marcha Mundial das Mulheres 

MOCAMBO _ Organização Nacional Anti-Racista

MOSMEB – Movimento Social de Mulheres Evangélicas do Brasil 

Movimento Baque Mulher

Movimento das SETE Mulheres

Movimento de Mulheres Olga Benário 

Movimento de Pequenos Agricultores – MPA

Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra – MST

Movimento Médicas e Médicos Pela Democracia – Bahia

Movimento Nacional de Luta pela Moradia (MNLM)

Movimento Negro Unificado da Bahia

MTA – Associação de Mulheres Trabalhadoras em Ação da BA

MUCB – Mulheres Unidas Contra Bolsonaro / Mulheres Unidas Com o Brasil

Pacová – Articulação do Campo à Cidade 

Partido Comunista do Brasil – PCdoB

Partido dos Trabalhadores – PT

Partido Socialismo e Liberdade – PSOL

Partido Socialista Brasileiro – PSB

Partido Socialista dos Trabalhadores Unificados – PSTU

Rede de Mulheres  de Cajazeiras 

Salvador Mais Justa 

Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia – Sinjorba

SINDJUFE/Ba

SINTEPAV -BA

Tamo juntas

União Brasileira de Mulheres – UBM-BA

União Brasileira dos Estudantes Secundaristas – UBES

União de Negras e Negros Pela Igualdade – UNEGRO

União Nacional dos Estudantes – UNE

Unidade Popular pelo Socialismo – UP

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *