A manicure Bruna Domingues Vaz ouvia o música dentro de casa no momento da agressão

Da Redação

Imagem: Reprodução Tv Globo

A jovem Bruna Domingues Vaz perdeu a visão do olho direito após golpe de facão desferido por um desconhecido da vítima que se sentiu incomodado com o samba enredo da Grande Rio, escola campeã do carnaval carioca que homenageou neste ano o Orixá Exu. O caso aconteceu em Itaboraí, Rio de Janeiro, há pouco mais de seis meses, mas só ganhou repercussão após a manicure conceder uma entrevista ao G1, divulgada nesta sexta-feira (16)

A vítima tocou o samba dentro de casa quando o agressor que estava em um bar do outro lado da rua começou a confusão. Em entrevista ao G1, Bruna lembra que, antes da agressão, o homem perguntou se ela era “pagodeira ou macumbeira” e ao questionar a pergunta o agressor já partiu para a violência física.

“Ele já veio com facão e não queria saber aonde ia pegar e em quem ia pegar. Eu estava na calçada, foi na hora que eu passei, e o facão veio me acertar”, disse.

Bruna Domingues Vaz passou por procedimentos no olho, mas o dano causado no órgão foi permanente o que ocasionou a perda da visão. O autor do crime segue foragido desde o crime e a Polícia Civil do Rio de Janeiro ainda não possui informações sobre seu paradeiro.