As inscrições para a segunda edição do Programa Origens estão abertas até o dia 10 de setembro para cargos de estagiário, analista júnior, pleno e sênior

Texto: Divulgação

A multinacional de bebidas alcoólicas, Diageo, anuncia a segunda edição do Programa Origens, ação afirmativa cujo objetivo é contratar, desenvolver e gerar mais oportunidades de acesso a pessoas negras e indígenas. A empresa é proprietária das marcas Johnnie Walker, Tanqueray, Smirnoff, Ypióca, entre outras.

As 15 vagas disponíveis são para estágio, analista júnior, pleno e sênior. As inscrições devem ser feitas no site da 99 Jobs e estão abertas até o dia 10 de setembro. O programa tem como foco a contratação de pessoas negras e indígenas com mais de 18 anos, formados ou em formação em quaisquer instituições de ensino superior em cursos de bacharelado, licenciatura ou tecnólogo. Não é necessário ter conhecimento de inglês.

Os aprovados irão ingressar em um plano de desenvolvimento que engloba mentorias, curso de idioma pago pela companhia, além de outras ações de desenvolvimento. O objetivo do programa é promover a ascensão profissional e ampliar a representatividade racial na companhia, inclusive em posições de liderança.

“Não queremos apenas aumentar a representatividade, queremos também dar ferramentais e condições para que nossas pessoas cresçam e sejam parte do grupo de liderança”, afirma Marina Gleason, gerente de Talentos da Diageo.

A empresa criou em 2017 o comitê de diversidade e definição de metas para representatividade feminina. As novas metas foram anunciadas em conjunto com outras metas de impacto social e ambiental   na estratégia ‘Sociedade 2030: Espírito do Progresso’, projetada para causar um impacto positivo no mundo até 2030, alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS). A ambição é atingir 45% de representação de líderes de pessoas negras e indígenas até 2030, bem como 50% de todas as posições de liderança ocupadas por mulheres.

Entre as ações já implementadas, além do Programa Origens, está o MOVER, lançado em junho de 2021 por 45 grandes empresas do país do qual a Diageo é uma das fundadoras. O movimento tem como objetivo gerar 10 mil novas posições de liderança para pessoas negras e oportunidades para 3 milhões de pessoas nos próximos anos. Neste ano, a Diageo venceu o prêmio WEPs (Women’s Empowerment Principles), da ONU Mulheres.