O edital vai selecionar quatro propostas de grupos, coletivos, artistas da dança e companhias para participarem da residência e receberem apoio financeiro de R$ 1 mil

Texto e Imagem: Divulgação

Estão abertas até o dia 27 de setembro as inscrições para o Programa de Residências Artísticas LabDicró – Edição Dança, no Rio de Janeiro (RJ). Realizado pelo Observatório de Favelas, através da Arena Carioca Dicró, o edital vai selecionar quatro propostas de grupos, coletivos, artistas da dança e companhias para participarem da residência artística e receberem apoio financeiro de R$ 1 mil. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas através deste formulário. As propostas selecionadas serão divulgadas no dia 4 de outubro.

O programa tem como objetivo fomentar novas cenas e potencializar a produção artística, principalmente de favelas, periferias e subúrbio do Rio de Janeiro. A residência artística terá duração de 45 dias e contará com consultoria e workshops para os selecionados. Os encontros acontecerão aos domingos, entre 05 de outubro e 18 de novembro. Ao final deste período, haverá uma apresentação gratuita para o público no dia 19 de novembro.

Esta é a sétima edição da iniciativa, que é realizada desde 2016 e já beneficiou cerca de 30 projetos artísticos. Para a coordenadora da Arena, Gisele Jacob, o edital reafirma o papel do aparelho como potencializador das artes no território e fomentador para as carreiras de artistas e grupos independentes e periféricos.

“A relação entre a dança e os territórios periféricos nos confirma a potência desse projeto e a importância na sua continuidade e aprimoramento. Estamos trabalhando muito para que essa frente do Programa de Residências Artísticas se estruture cada vez mais e possa alcançar a classe artística de forma plural e diversa.”

O Programa de Residências Artísticas LabDicró – Edição Dança na Dicró é apresentado pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura e Observatório de Favelas e patrocinado pela Smart Fit por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura (Lei do ISS). Conta com apoio da Donna Natureza e é realizado pelo Observatório de Favelas.

Sobre Arena Carioca Dicró

Inaugurada em junho de 2012, a Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró é um espaço cultural da Prefeitura do Rio de Janeiro, cogerido pela Secretaria Municipal de Cultura e pelo Observatório de Favelas do Rio de Janeiro. Localizada na Penha, o espaço é um centro de difusão de produtos artísticos e formação em diversas linguagens artísticas, como balé Infantil, teatro juvenil, aulão de passinho, dança de salão, dança árabe, música, capoeira, circo. Além de possuir um teatro com capacidade para 338 pessoas.

Sobre o Observatório de Favelas

O Observatório de Favelas, criado em 2001, é uma organização da sociedade civil sediada no Conjunto de Favelas da Maré, com atuação nacional. Dedica-se à produção de conhecimento e metodologias visando incidir em políticas públicas sobre as favelas e promover o direito à cidade. Fundado por pesquisadores e profissionais oriundos de espaços populares, tem como missão construir experiências que contribuam para a superação das desigualdades e o fortalecimento da democracia a partir da afirmação das favelas e periferias como territórios de potências e direitos. Atualmente, desenvolve programas e projetos em cinco áreas: Arte e Território, Comunicação, Direito à Vida e Segurança Pública, Educação e Políticas Urbanas.