Da Redação

Imagem: Reprodução 

Um policial  militar assassinou a tiros o jovem Thiago Graciote, de 29 anos, durante uma abordagem policial após uma denuncia de som alto. O caso aconteceu na madrugada do último sábado (5), em Cotriguaçu (MT). 

O momento da abordagem e da morte foi registrado em um  vídeo, que circula nas redes sociais. Na gravação é possível ouvir um dos homens gritar, “eu não sou bandido”.

O policial vai atrás dos homens e tenta dar um golpe de rasteira em um deles, Thiago vai até o amigo e tenta proteger e grita, “atira então”, em seguida o policial dispara.

A Polícia Militar de Mato Grosso se pronunciou por nota, declarando que foi determinado o afastamento do agente responsável pelo disparo. Um inquérito foi aberto pela  Corregedoria-Geral da Polícia Militar, para a investigação e acompanhamento do caso.

De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais foram chamados para uma ocorrência de perturbação ao  sossego, ao chegar no local o som foi desligado. Conforme eles, os PM’s foram informados que ocorria uma briga na esquina e que um dos envolvidos estaria armado. Com relação ao disparo da vítima, a polícia justificou  como legítima defesa, pois  Thiago teria partido para cima do agente e que teria direcionado as mãos na cintura e o soldado achou que a vítima estaria armado. 

Foi apontado pela PM do Mato Grosso que a vítima tinha passagem pela polícia, por dirigir embriagado e atropelamento.