Por Karla Souza

Imagem: Tânia Rêgo Ag. Brasil

A Fundação Cultural Palmares (FCP), vinculada ao Ministério da Cultura, lançou a II edição do Prêmio Jovem Quilombola Inovador, com o objetivo de reconhecer e apoiar talentos acadêmicos de estudantes quilombolas e impulsionar iniciativas criativas que beneficiem as comunidades quilombolas em todo o Brasil. 

Estudantes ou egressos de graduação beneficiários do Programa Bolsa Permanência (PBP), matriculados no período de 01/01/2018 a 31/12/2022 podem se inscrever, até o dia 10 de outubro, via formulário.

No ato inscrição é necessário fornecer: documento de identificação com foto; CPF; autodeclaração; declaração de pertencimento; comprovante de inscrição e participação no Programa Bolsa Permanência ou declaração em papel timbrado da instituição federal de ensino em que o candidato estudou ou estuda; projeto em formato PDF; declaração de matrícula ativa no período de 01.01.2018 a 31.12.2022 em instituição federal de ensino.

Conforme o edital, os projetos apresentados devem focar na melhoria das condições de vida e no etnodesenvolvimento das comunidades quilombolas, abrangendo temas como o uso tradicional da biodiversidade, inovação e tecnologia sustentáveis, manifestações culturais afro-brasileiras, etnoturismo, empreendedorismo autogestionado e projetos pedagógicos de entidades quilombolas.

O concurso é dividido em três fases, sendo a primeira as inscrições, seguida de classificação e, por fim, a premiação. Já o prêmio contemplará 30 projetos individuais com um valor bruto de R$18.000,00 cada, totalizando investimento de R$540.000,00.


Acesse aqui o edital.