Haverá uma oferta de 15 vagas para jovens negros e negras, com idades entre 15 a 23 anos, moradores de bairros periféricos, interessadas em fazer parte da atividade

Texto: Divulgação

No dia 19 de novembro será realizada na Casa do Olodum, localizada no Pelourinho, em Salvador (BA), a imersão política e cultural “Juventude Negra Quilombo”, a partir de uma abordagem dialógica-experimental. O evento é gratuito, e vai das 9h às 17h. O objetivo é fomentar a construção e o reconhecimento da identidade de jovens negros e negras com idades entre 15 a 23 anos, moradores de comunidades periféricas de Salvador.

As atividades contarão com lideranças da Coordenação Nacional de Entidades Negras (CONEN), Rede de Mulheres Negras da Bahia (RMNB), Quilombo Vilma Reis, Sarau da Onça e da bailarina Tatiana Campelo, em rodas conduzidas pelo pedagogo Alisson Morais, a advogada Larissa Guedes, ativistas engajados nos movimentos sociais antirracistas.

Haverá uma oferta de 15 vagas para jovens negros e negras. Para concorrer é necessário preencher ao formulário até o dia 08 de novembro. O resultado será divulgado até o dia 10 de novembro no site e nas redes sociais da Revista Quilombo, contemplando os primeiros inscritos.

Para possibilitar o acesso dos jovens que não residem nas proximidades do Centro Histórico, os selecionados terão seus transportes reembolsados no local e o almoço custeado pela organização do evento.

A imersão apresenta para os jovens selecionados uma experiência de trocas com ativistas que discutem sobre política, cultura e educação. Além de intervenções poéticas, e da vivência gratuita de dança afrobrasileira “Corpo, consciência e movimento negro” com a bailarina Tati Campelo, na Escola de Dança FUNCEB.