O evento ocorre nos dias 26 e 27 de agosto   com o intuito de  promover debates,   celebrar a cultura e representatividade lésbica nas telas, fotografias, ilustrações e música

Texto e Imagem: Divulgação

Com uma programação gratuita e diversa, acontece nos dias 26 e 27 de agosto no Centro Cultural da Diversidade, em São Paulo (SP) o Bee Festival Multicultural Mulheres. O objetivo é reunir mulheres LBT’s de todo o país para promover debates, fazer negócios, celebrar a cultura e representatividade lésbica nas telas, fotografias, ilustrações, música, entre outros trabalhos

Um dos destaques da programação, é a presença da  historiadora e ativista negra, Heliana Hemetério, de 71 anos. Ela ministrará uma palestra sobre envelhecimento lésbico. Heliana abordará o etarismo e a importância de reconhecer a interseccionalidade dentro do movimento negro e LBTQ. “Hoje eu sou idosa, mas você também vai envelhecer. Quando você chega a uma idade, a preocupação de não sair do cenário é um ponto. Eu tenho que fazer troca de saberes. Quando escutar a menina nova, de vinte e poucos, a mulher de quarenta, e saber como você tá vivendo a sua lesbianidade e o racismo”, comenta a ativista.

A programação também vai trazer a história do movimento lésbico feminista do Brasil com uma palestra com Rita Quadros, e Ananda Puchta. O tema “Maternidade e famílias possíveis”, será debatido em uma roda de conversa com a presença de Ágata Dourado, Ana Garcia e Marcela Tiboni. O primeiro dia do evento também terá uma palestra com  Jenifer Prince sobre “Representatividade lésbica na ilustração” e outra  mesa sobre “Representatividade Lésbica em webséries”, com a presença da atriz  Ingrid Pedroza, que  também terá nomes como  Gabi Lemos, Laís Aranha, Priscila Reis e Natalie Smith.

No “cine sapatão” haverá uma sessão do filme documentário “40 anos do Levante do Ferros Bar”, e uma mostra de filmes lésbicos internacionais BEE: “Rebel Dykes”, “Please God Heal Her” e “Bes”.

As mulheres presentes, também poderão aproveitar  uma  feira de arte, apresentação da DJ Monic, shows da banda Exalta Samba,  Anna Moura e Bárbara Barbosa. A programação e a história do festival estão disponíveis no  link.

Agosto é  marcado como o mês da visibilidade lésbicas, com duas importantes datas  o dia Nacional do Orgulho Lésbico (19) e o dia Nacional da Visibilidade Lésbica (29), datas de celebração e resistência.

Serviço

O quê: Bee Festival Multicultural de Visibilidade Lésbica

Onde: Centro Cultural da Diversidade (R. Lopes Neto, 206 – Itaim Bibi – São Paulo – SP)

Quando: 26/8, de 15h às 22h, e 27/8, de 14h às 20h.

Inscrições: https://beefilmfestival.wixsite.com/bee-film-festival

PROGRAMAÇÃO*

26/08

15h – Abertura do Festival

15h às 20h – Feira de Arte (área externa)

15h às 20h – Apresentação DJ Monic (área externa)

15h05 às 15h40 – Show da banda Exausta Samba

15h45 às 16h45 – Roda de conversa: Maternidade e famílias possíveis (com Ágata Dourado, Ana Garcia e Marcela Tiboni)

17h00 às 18h30 – Cine Sapatão: sessão do filme documentário “40 anos do Levante do Ferros Bar”; Palestra: História do movimento lésbico feminista do Brasil (com Rita Quadros, Andrezza Czech e Ananda Puchta)

18h45 às 19h30 – Roda de conversa: Envelhecimento lésbico (com Daniela Uga, Heliana Hemetério e Márcia Balades)

19h45 às 22h – Mostra de filmes lésbicos nacionais BEE: “Duas”, “Ausência”, “Não somos mais o que éramos” e “Letícia, Monte Bonito, 04” (com Maria Maya, Ana Cavazzana, Alexia Araujo e Julia Regis)

27/08

15h às 20h – Feira de Arte (área externa)

15h às 15h45 – Palestra: Representatividade lésbica na ilustração (com Jenifer Prince)

16h às 16h45 – Roda de conversa: Representatividade Lésbica em webseries “Stupid Wife” e “Os Signos das Minhas Ex” (com Ingrid Pedroza, Gabi Lemos, Laís Aranha, Priscila Reis e Natalie Smith)

17h às 18h – Show Anna Moura e Bárbara Barbosa18h10 às 20h – Mostra de filmes lésbicos internacionais BEE: “Rebel Dykes”, “Please God Heal Her” e “Bes”