Webinário internacional debate genocídio das populações negras e reparação

Texto: Divulgação

O Odara – Instituto da Mulher Negra está com inscrições abertas para o webinário “Enfrentar para Reparar: Encontro Internacional para Enfrentamento ao Genocídio de Populações Negras e Lutas por Reparação”. Disponíveis até 8 de julho, as inscrições podem ser realizadas através do formulário disponível aqui. O webinário acontecerá nos dias 9, 10 e 11 de julho, das 19h às 21h, horário de Brasília (GMT-3), pela plataforma de videoconferências Zoom.

Realizado através do projeto Minha Mãe Não Dorme Enquanto Eu Não Chegar, o encontro virtual tem por objetivo discutir aspectos do genocídio de populações negras em diversas regiões do mundo, especialmente nas Américas, para pensar estratégias de enfrentamento a partir da incidência internacional articulada. 

Segundo dados do IBGE, no continente americano, o Brasil foi o país que importou mais escravizados africanos. Entre os séculos XVI e XIX, foram trazidos à força cerca de quatro milhões de homens, mulheres e crianças, o que representa mais de um terço de todo tráfico negreiro. Foram 388 anos de trabalhos forçados como base da economia colonial. Lógica que operou até 13 de maio de 1888, dia da assinatura da Lei Áurea, uma abolição apenas no papel

As populações negras no mundo são submetidas a violências diversas em decorrência dos desdobramentos dos processos de colonização e escravização, que causaram impacto global desde o século XVI. Sendo assim, as manifestações de racismo e suas consequentes violências podem apresentar diferenças nos contextos locais, mas têm o mesmo vetor de referência histórica.

A atividade compõe a programação da 12ª edição do Julho das Pretas – Mulheres Negras em Marcha por Reparação e Bem Viver, e contará com a participação de ativistas do Brasil e das Américas, que irão discutir e contribuir com a criação de um panorama sobre as semelhanças e especificidades das políticas genocidas aplicadas em contextos locais e na região como um todo.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress