A atriz e produtora norte-americana é a 18ª pessoa a conquistar os prêmios Emmy, Oscar, Tony Awards e Grammy

Por Daiane Oliveira

Imagem: Kevork Djansezian/Getty Images

Viola Davis é aclamada pela crítica, pelos fãs e já figurou por dois anos na lista de personalidade mais influente do mundo pela revista Time. Na noite deste domingo (5) a artista conquistou o prêmio Grammy 2023, passando a fazer parte do seleto grupo de pessoas que já foram premiadas com Emmy, Oscar, Tony Awards e Grammy – premiação que reconhece os artistas na televisão, cinema, teatro e música.

Viola ganhou o prêmio de “Melhor Livro de Áudio, Narração e Gravação de Contação de Histórias”, com sua biografia “Finding Me”. Em um discurso comovente a atriz lembra a motivação do audiobook. “Escrevi este livro para homenagear Viola, de 6 anos. Para honrar sua vida, sua alegria, seus traumas, tudo. E foi uma jornada e tanto – eu simplesmente EGOT!”, completa Davis arrancando aplausos da plateia.

A atriz venceu o Emmy por seu papel na série “How to Get Away with Murder”, em 2015. Na época, Viola se tornou a primeira mulher negra a ganhar um Emmy de melhor atriz em um drama. Em 2017, foi a primeira mulher negra a receber três indicações ao Oscar, levando neste ano o Oscar por “Fences”, no Brasil lançado como “Um limite entre nós”. A atriz também conquistou dois prêmios Tony. O Tony de melhor atriz coadjuvante na peça “King Hedley II” em 2001 e na peça que originou o longa “Fences” em 2010.

Viola Davis é a 18ª pessoa a vencer Emmy, Grammy, Oscar e Tony Awards, tendo apenas duas mulheres negras como companheiras, Jennifer Hudson e Whoopi Goldberg.