Réu confesso foi preso há cerca de 95km de onde o crime aconteceu. O homem está à disposição da Justiça

Por Daiane Oliveira

Imagem: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Jamila Mariana da Silva, de 33 anos, natural de Pedro Avelino, no Rio Grande do Norte, foi assassinada a facadas pelo marido, que não teve o nome divulgado. A vítima foi encontrada morta com sinais de violência dentro de casa na noite do último sábado (20), no município de Lajes, região central potiguar. O feminicida foi encontrado e preso na cidade de Caiçara do Norte, há cerca de 95 km de onde aconteceu o crime.

Após a prisão, o homem que até então era o companheiro da vítima, confessou o crime e foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de São Paulo do Potengi, responsável pelas investigações, onde fica à disposição da Justiça.

No Rio Grande do Norte uma mulher foi vítima de feminicídio a cada nove dias, segundo a Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais (Coine), órgão vinculado à Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), com dados dos registros de crimes de janeiro e fevereiro de 2023.