Por Alane Reis e Patrícia Rosa

Imagem: Netflix Reprodução 

O amor e a história do casal Jurema e Nicinha foi contada em um dos episódios da série documental “Meu amor – Seis Histórias de amor verdadeiro”, com direção geral do cineasta coreano Jin Moyoung, que estreou na Netiflix na última terça-feira (13). As duas moram na favela da Rocinha, no Rio de Janeiro, e estão juntas há 43 anos. O episódio traz um pouco do cotidiano e da rotina das duas mulheres, desde a vida em família, aos cuidados com a saúde, os sonhos, até a festa surpresa no aniversário de 65 anos da Jurema.

A série tem seis episódios, quatro deles dirigidos por mulheres, e traz histórias de casais de diferentes países e culturas, como Índia, Japão, Coreia do Sul, Espanha, Estados Unidos e Brasil, e que estão juntos e se amando há décadas. Jurema e Nicinha é o único casal lésbico entre os roteiros, e a história de amor das duas foi contada pela diretora brasileira Carolina Sá, que declarou em entrevista para o jornal O Globo, que a sua ideia era achar um casal que representasse a resistência dos “Brasis”.

“Quando me chamaram para dirigir um dos episódios da série ‘Meu Amor’, meu desejo foi o de achar um casal que representasse diversas formas de potência e resiliência como base de um relacionamento amoroso. A história de amor de Nicinha e Jurema, duas mulheres negras, umbandistas, empregadas domésticas e moradoras da favela da Rocinha reflete todo tipo de resistência que há no Brasil. Fazer esse filme com elas ao longo do ano de 2019 me confirmou que só é possível resistir ao projeto de aniquilamento das diferenças em nosso país com muita luta, fé, alegria, Axé e amor”, declarou Carolina Sá, em entrevista ao site Glamurama.uol.

O ponto de encontro e de partida do amor das duas começou justamente no bairro onde moram, na Rocinha. Na época, dona Jurema tinha 20 anos e 4 filhos, já dona Nicinha tinha 14 anos. O casal conta que o casamento aconteceu em uma noite de São João, com a tradição junina de pular fogueira e com juras de amor também. A relação de amor e companheirismo das duas é o último episódio da série e vale a pena assistir cada um dos 64 minutos do filme.