O festival acontece no Cinema Glauber Rocha e na e Saladearte do Museu, a mostra fica na Capital Baiana, até o dia 18 de setembro

Por Patrícia Rosa

Imagem: MAMI WATA/Reprodução

A  Mostra de Cinemas Africanos chega  em Salvador (BA), na  próxima quarta-feira (13) e vai até o dia 18 de setembro, no Cinema Glauber Rocha e na e Saladearte do Museu. A programação reúne 15 longas de 9 países, com títulos inéditos para o público brasileiro, com destaque para o cinema do Senegal. 

A abertura da mostra acontece no Cinema Glauber Rocha, com o filme  “Xalé – As Feridas da Infância” (2022), do cineasta senegalês Moussa Sène Absa, que trata sobre relações familiares e tradição. 

Entre as produções em cartaz, está o premiado longa nigeriano “Mami Wata”, dirigido pelo cineasta nigeriano C.J. Obasi, que será exibido na próxima sexta-feira (15), às 19 horas.  A produção ganhou na categoria de melhor direção de fotografia no Festival de Sundance, nos Estados Unidos,  que tem como diretora fotográfica,  a brasileira  Lili Ramos.

Os ingressos custam R$ 20,00 a inteira e R$ 10,00 a meia. Segue a lista completa dos filmes da Mostra de Cinemas Africanos:

  • Xalé- As Feridas da infância(2022), de  Moussa Sène Absa;
  • As Lágrimas da Emigração(2010), de Alassane Diago;
  • Nós(2022), de Alice Diop;
  • O Rio não é uma Fronteira(2022), de Alassane Diago;  
  •  A Esposa do Coveiro(2021), de Khadar Ahmed;
  • Madame Brouette(2002), de Moussa Sène Absa;
  •  Maputo Nakuzandza(2021), de Ariadine Zumpaulo;
  •  MAMI WATA(2023), de C.J. Obasi;
  • Sob as Figueiras(2021), de Erige Sehiri ;
  • Conhecendo meu Pai(2018).  de Alassane Diago ;
  •  Nossa Senhora da Loja do Chinês(2022), de Ery Claver
  • No Cemitério do Cinema(2023), de Souleymane Thierno Diallo;
  •  A Ovelha do Sada(2023), de Pape Lopy;
  •  Sira(2023), de Apolline Traoré;
  •  Tableau Ferraille(1997),  de Moussa Sène Absa  

Confira a programação completa no site da Mostra de Cinema Africanos