De forma gratuita e on-line, são ofertadas 40 vagas destinadas às mulheres de todo o Brasil com inscrições até 06 de junho

Texto e Imagem: Divulgação

A {reprograma}, iniciativa de impacto social que foca em ensinar programação para mulheres em situação de vulnerabilidade social e econômica, priorizando negras, trans e travestis, abriu inscrições para o curso de Python: fundamentos e análise de dados. As inscrições podem ser feitas até o dia 06 de junho, através do link. São ofertadas 40 vagas gratuitas, on-line e destinadas às mulheres de todo o Brasil, com mais de 18 anos, com pouco ou nenhum conhecimento em programação, mas com interesse no setor de tecnologia da informação.

O curso busca qualificar profissionalmente mulheres que desejam realizar a transição de carreira para o mercado de tecnologia, como programadoras, em especial, programação para análise de dados juniores. O projeto conta com o apoio da B3 Social, uma associação sem fins lucrativos responsável pelas frentes de Investimento Social Privado (ISP) e Voluntariado da BR.

As candidatas serão avaliadas ao longo do processo seletivo pelos seguintes critérios: motivação, qualidade da inscrição, coerência das informações, empatia, inclusão, pensamento crítico, familiaridade com o tema diversidade e potencial de impacto do curso na vida da candidata. O anúncio das selecionadas acontece no dia 21 de junho.

As aulas acontecem de 05 de agosto a 08 de dezembro, com encontros de conteúdo aos sábados, das 09h às 17h e revisão às segundas-feiras, das 20h às 22h. As alunas possuem opção de participar dos grupos de estudo, às terças-feiras, das 19h às 20h e orientações socioemocionais, às terças-feiras, das 20h às 22h.