Por Andressa Franco

Dos dias 01 a 10 de agosto, a Comunidade Terreiro Caxuté de Valença (BA), realiza a 8ª edição da atividade “Vivência Internacional da Comunidade Caxuté”, esse ano com o tema “Saúde e educação: firmando as matas”.

No contexto atual ainda marcado pela pandemia, o tema foi escolhido a partir da percepção do crescimento do percentual de adoecimento dos povos pretos e indígenas. Considerando os negligenciamentos na saúde pública, opressão, massacres em comunidades indígenas e quilombolas e intolerância religiosas como fatores que agravam o adoecimento mental e físico desses povos.
Para falar de saúde a partir do conhecimento ancestral, a 8ª Vivência vai realizar um seminário. Entre as atividades, também está prevista para o dia 08 uma Conferência Territorial dos Povos e Matriz Africana do Baixo Sul, na Câmara de Vereadores de Taperoá. O tema será: Políticas Públicas de Igualdade Racial e Combate ao Racismo Religioso. No dia 09, haverá um cerimonial da Kizoonba Maionga na Prefeitura municipal de Valença, onde a festa será reconhecida como patrimônio municipal.


Acesse o formulário de inscrição aqui.